Translate this Page








Total de visitas: 8735

Transtorno de Personalidade Dependente

Transtorno de Personalidade Dependente


Estudos indicam a presença desse distúrbio em aproximadamente 2,5% da população em geral, sendo mais frequente nas mulheres.

A principal característica dos indivíduos com TPD é a necessidade excessiva e global de ser cuidado que desencadeia um comportamento submisso e aderente, associado ao medo da separação, seus portadores precisam de outros indivíduos para se apoiar emocionalmente e se sentirem seguros. 

Os comportamentos submissos têm como objetivo obter atenção e cuidados, e surgem da percepção de si, como a de alguém incapaz de funcionar ou viver sem o auxilio de outras pessoas; tornando-se incapazes de lidar com a própria vida, assim o seu destino e futuro sempre são colocados nas mãos de terceiros.

Existem indícios de que muitas pessoas com TDP tiveram sua independência sufocada pelos pais ou responsáveis durante o processo normal e saudável, em que a criança ou adolescente consegue ser mais independente, muitos pais bloqueiam este desenvolvimento e emancipação, por razões diversas (medo, autoritarismo, etc.)

O tratamento baseia-se em psicoterapias, pois o uso de medicamentos não se mostra eficaz, salvo nos casos em que o transtorno está associado a outros distúrbios, como ansiedade e depressão.